Programação

 dia 14/09 -  Segunda-feira 

Mostra

Contemporânea

Fantasia de Índio

Brasil | 2017 | 18′ | Documentário | Livre

Sinopse:

Desde criança, ouvia minha mãe falar da minha ascendência indígena. Há duas décadas atrás meu tio materno foi ao encontro dos xukurus à procura de rastros desse passado, resolvi dar continuidade a essa busca.

Direção: Manuela Andrade

Produção: Clarissa Dutra

Sinopse:

Como o Brasil tem lidado com a natureza e seus recursos naturais no início do século XX? Em que estado se encontra a Floresta Amazônica? A partir de entrevistas com especialistas das mais diversas áreas e com o resgate de figuras históricas, discute-se a noção de florestania, ou seja, a cidadania da floresta, termo necessário para refletir sobre a identidade brasileira.

Direção: Miguel Przewodowski, Christiane Torloni

Produção: Christiane Torloni

Amazônia

Mostra

Título original: Voices from the sacred mountain

Mostra

Amazônia

Vozes da montanha sagrada

Colombia, Dinamarca, Argentina | 2019 | 12′ | Documentário | 10+

Sinopse:

Os meios de subsistência das comunidades indígenas na Colômbia estão ameaçados, pois essas comunidades lutam para manter seu território ancestral. As populações de Arhuaco se organizaram e estão protestando para impedir novas concessões de mineração em seu território e criar desenvolvimento sustentável.

Direção e Produção: Fernando Cola

Sinopse:

Accelerate segue Bill McKibben, o fundador do 350.org, durante sua turnê de 2018 na Austrália, enquanto exige que aceleremos a ação climática por nosso governo, empresas e comunidades. Bill é considerado um dos ativistas ambientais mais aclamados nos EUA. Durante seu tempo na Austrália, ele visitou cinco estados em apenas oito dias, viu a devastação causada pelo aquecimento do oceano em nossa Grande Barreira de Corais, visitou Newcastle para se encontrar com sindicatos e funcionários do governo no coração do maior porto de exportação de carvão do mundo e viu alguns dos projetos de soluções de baixo carbono em andamento em Adelaide. Durante o passeio, Bill teve três mensagens principais: precisamos interromper todos os novos projetos de combustíveis fósseis, mudar para 100% de energia renovável e garantir que nem um dólar a mais seja gasto com energia suja.

Direção: Emma Hudson

Produção: Blair Palese

Contemporânea

Mostra

Austrália | 2019 | 55′ | Documentário | 10+

Accelerate

Título original: Pez Luna

Mostra

Infância

Peixe lua

Cuba | 2019 | 9′ | Animação | Livre

Sinopse:

Em um ambiente marinho-espacial vive um peixe lua. Um pequeno e egoísta ser, planeja capturá-lo para seu próprio benefício, o que trará consequências devastadoras.

Direção: Amed A. Bueno
Produção: Yamila Marrero Montero

Sinopse:

2070 é um documentário-ficção que nos fala sobre um
futuro possível se não fizermos nada para evitá-lo.

Direção: César Deneken

Produção: César Deneken

Espanha

Mostra

Espanha, Chile | 2020 | 4′ | Doc-Ficcção | 10+

2070

Título original: Rio verde, el tiempo de los yakurunas

Mostra

Amazônia

Rio Verde, o tempo dos Yakurunas

Cuba | 2017 | 75′ | Documentário | 10+

Sinopse:

Guiado por cantos de ayahuasca, Rio verde, El Tiempo de los yakurunas é uma jornada poética para as profundezas da Amazônia. O filme explora a percepção do tempo em três pequenas aldeias entrelaçadas pelas águas fluídas do rio Amazonas, imergindo o espectador em uma paisagem habitada por xamãs e sociedades arquetípicas. Esta narrativa híbrida mostra os corpos dos anciãos nativos para evocar os fantasmas do colonialismo da borracha no final do século XIX, a memória de antigas culturas indígenas ainda vivas, mas em perigo de desaparecer como consequência do capitalismo global.

Direção: Diego E. Sarmiento Pagan, Álvaro Sarmiento
Produção: Diego E. Sarmiento Pagan, Álvaro Sarmiento

TESTE

Título original: Rio verde, el tiempo de los yakurunas

Cuba | 2017 | 75′ | Documentário | 10+

Sinopse:

Guiado por cantos de ayahuasca, Rio verde, El Tiempo de los yakurunas é uma jornada poética para as profundezas da Amazônia. O filme explora a percepção do tempo em três pequenas aldeias entrelaçadas pelas águas fluídas do rio Amazonas, imergindo o espectador em uma paisagem habitada por xamãs e sociedades arquetípicas. Esta narrativa híbrida mostra os corpos dos anciãos nativos para evocar os fantasmas do colonialismo da borracha no final do século XIX, a memória de antigas culturas indígenas ainda vivas, mas em perigo de desaparecer como consequência do capitalismo global.

Direção: Diego E. Sarmiento Pagan, Álvaro Sarmiento
Produção: Diego E. Sarmiento Pagan, Álvaro Sarmiento

Mostra

Amazônia

14 de Janeiro de 2017

Cardio com Laura

9:00

Conte às pessoas mais sobre as aulas que você oferece. Adicione imagens, texto e links ou conecte dados da sua coleção para mostrar conteúdo dinâmico.

Laura Castro

14 de Janeiro de 2017

Boxe com Raquel

9:30

Conte às pessoas mais sobre as aulas que você oferece. Adicione imagens, texto e links ou conecte dados da sua coleção para mostrar conteúdo dinâmico.

Sílvia Alves

14 de Janeiro de 2017

Levantamento de Peso

10:00

Conte às pessoas mais sobre as aulas que você oferece. Adicione imagens, texto e links ou conecte dados da sua coleção para mostrar conteúdo dinâmico.

Luiz Dias

Brasil | 2018 | 106′ | Documentário | Livre

Amazônia, o despertar da Florestania

logo-ficasc-png-2.png

Lages - Urubici - São Joaquim

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Serra Catarinense

© 2020 FICASC