Em parceria com o Centro Cultural de Carnide (https://www.jf-carnide.pt/) - Lisboa, o FICASC chega a capital portuguesa nos dias 21, 22 e 23 de outubro, levando filmes socioambientais de impacto para crianças jovens e adultos.

 

PROGRAMAÇÃO:

 

21 de Outubro 21h30 – Mata | Sinopse: Diante do avanço das plantações de eucalipto, um agricultor e uma comunidade indígena se colocam como resistências e revelam o impacto da monocultura no meio ambiente, em contraposição aos modos de vida tradicionais. O inimigo também pode ser verde.

 

22 de Outubro 21h30 - Nũhũ yãgmũ yõg hãm: Essa Terra É Nossa! Sinopse: Antigamente, os brancos não existiam e nós vivíamos caçando com os nossos espíritos yãmĩyxop. Mas os brancos vieram, derrubaram as matas, secaram os rios e espantaram os bichos para longe. Hoje, as nossas árvores compridas acabaram, os brancos nos cercaram e a nossa terra é pequenininha. Mas os nossos yãmĩyxop são muito fortes e nos ensinaram as histórias e os cantos dos antigos que andaram por aqui.

 

23 de Outubro 16h00 – O Celaticomus + Ibiapaba, Como Nascem Às Montanhas + Aurora, A Rua Que Queria Ser Rio. 

 

23 de Outubro 21h30 – Pureza | Sinopse: Filme inspirado em episódios reais, conta a história de uma mãe, Pureza, que sai em busca de seu filho, Abel, desaparecido após partir para o garimpo na Amazônia. Em sua busca, acaba encontrando um sistema de aliciamento e cárcere de trabalhadores rurais. Pureza se emprega numa fazenda, onde testemunha o tratamento brutal de trabalhadores e o desmatamento da floresta. Escapa e denuncia os fatos às autoridades federais. Sem credibilidade e lutando contra um sistema forte e perverso, ela retorna à floresta para registrar provas.​

 
Centro de caridade.JPG
IMAGEM _AUDITÓRIO_1_CARNIDE.jpg
IMGAEM AUDITÓRIO CENTRO CULTURAL CARNIDE.jpg