Chegamos a segunda edição do FICASC, com enorme entusiasmo e satisfação em poder compartilhar arte, cultura e informação. Em sua primeira edição o Festival ocorreu de forma presencial numa das localidades mais bonitas e preservadas do sul do país, a Serra Catarinense. Já este ano, devido ao cenário atual, contará com sessões online e drive-in.
 
De 14 a 20 de setembro, mais de 50 filmes socioambientais de diversos países, serão exibidos neste site, organizados em 6 mostras não competitivas. São elas:  Mostra Contemporânea, Mostra  Lutas dos Povos, Mostra Latina , Mostra Amazônia, Mostra Espanha e Mostra Escola e Universidade. Além das sessões de cinema, lives  e exposições virtuais integram a programação do 2º  FICASC.
 
O festival tem entre seus objetivos levar conhecimento, entretenimento e inclusão social  à crianças, adultos e idosos,  além de promover reflexão  sobre temas socioambientais de extrema urgência e relevância, junto a diferentes setores da sociedade. Busca, ainda, estar alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). 
 
Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro de toda programação.

Processo de Curadoria

 

Desde a sua concepção, o Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra Catarinense acompanha diversos festivais de cinema do mundo em busca de temas e títulos que dialoguem com a proposta socioambiental, independente de seus formatos.

 

Nossos curadores empenham-se diariamente nessa busca, com o objetivo de proporcionar ao público do festival uma programação diversa e de alta qualidade artística. Em 2020, o FICASC também abriu inscrições para que diretoras (es) e produtoras (es) de cinema pudessem enviar seus trabalhos. As inscrições encerram em maio e contabilizaram 250 inscrições.

Mostras Não Competitivas 
 
Esse ano o FICASC  conta com 6 mostras não competitivas:
 

  • Mostra Contemporânea

  • Mostra  Lutas dos Povos

  • Mostra Latina 

  • Mostra Amazônia

  • Mostra Espanha

  • Mostra Escola e Universidade

 
A decisão de não termos premiação leva em conta nosso entendimento de que as desigualdades econômicas, políticas e sociais impactam na produção audiovisual. Assim, optamos por direcionar nossos esforços no sentido de divulgação e difusão de produções preocupadas com o bem comum e com a preservação da vida em suas mais variadas formas, ao invés de classificá-las como melhores ou piores. Acreditamos que todas as obras são relevantes, todos os contextos são importantes, e devem ter espaços de divulgação garantidos.
 


Inclusão Social
 
Em nossa primeira edição, tivemos como foco principal a exibição de filmes em escolas públicas, cientes de que este setor tende a ter menor acesso a cultura, a arte e a discussões relativas ao meio ambiente e sociedade. Também incluímos em nossa programação filmes com áudio-descrição e legendagem, buscando alcançar também portadores de deficiência visual e auditiva. Oferecemos ainda, sessões para idosos e moradores em situação de rua.

Nesta edição, devido ao cenário imposto pela Pandemia de Covid-19, nossa programação não será presencial, mas seguirá sendo inclusiva. Continuaremos tendo filmes com áudio - descrição e legenda,  e ofereceremos, principalmente às escolas públicas, títulos com propostas pedagógicas que possam auxiliar os professores na recuperação do ano letivo.
 
 
O  FICASC e os ODS da ONU
 
Em 2015, a Organização das Nações Unida (ONU) lançou uma agenda com 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) (é pra isso ser um link) para serem implementados até 2030 por todos os países do mundo. Reconhecendo a importância desses objetivos, o FICASC busca, desde a primeira edição, promover ações em acordo com os ODS. Em 2019, cumprimos quatro objetivos: Educação de Qualidade, Redução das Desigualdades, Cidades e Comunidades Sustentáveis e Ação Contra a Mudança Global do Clima. Em 2020, além dos já citados, abraçaremos também o que trata da seguridade de padrões de produção e de consumo sustentáveis.
 

 
 

Patrocinadores

A Spectrum Geo do Brasil é uma empresa de origem norueguesa que opera no segmento de geofísica, exercendo um papel decisivo no desenvolvimento do país. 

 

Seguindo os padrões culturais da matriz norueguesa, temos a tradição de engajarmos em projetos que promovam a construção de cidadania para com isso, através da educação ambiental, promover prosperidade com sustentabilidade.

Vemos no apoio ao FICA SC (Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra Catarinense) uma oportunidade de contribuir com o fomento da consciência ambiental, e assim pôr em prática nossa visão estratégica.

 

A curadoria do Festival fez uma seleção cuidadosa de filmes brasileiros e de outros países que além da beleza cinematográfica, trazem uma reflexão sobre as questões sócio ambientais.

A GTS do Brasil é uma Indústria de Máquinas e Implementos Agrícolas, que busca na tecnologia novas soluções para o aprimoramento da agricultura, desenvolvendo novos produtos para melhorar a produtividade no campo.

 

Centrada no que há de mais moderno no mercado nacional e internacional, a GTS do Brasil foi pioneira no desenvolvimento de plataformas colhedoras de milho em estrutura de alumínio na América do Sul. Sua unidade está localizada na cidade de Lages, no estado de Santa Catarina.

 

Possui uma gestão inovadora, que preza pelo desenvolvimento das pessoas, sendo assim entende que investir em cultura é fundamental para o crescimento do cidadão como um todo.

logo-ficasc-png-2.png

Lages - Urubici - São Joaquim

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

Serra Catarinense

© 2020 FICASC